Como monetizar um podcast: 12 métodos de monetização testados e comprovados

article featured image

This post is also available in: English

Há uma velha piada que diz que a melhor forma de rentabilizar um podcast é vender os seus equipamentos de podcast. No entanto, apesar do que muitos afirmam, é absolutamente possível ganhar dinheiro com um podcast. Muitos showrunners estão ganhando a vida fazendo isso. Outros ficam felizes em conseguir o suficiente para cobrir seus custos básicos do podcast ou até fazer um investimento aqui e ali. Afinal, onde mais você pode ser pago para falar sobre suas coisas favoritas?

Quaisquer que sejam seus objetivos quando se trata de ganhar dinheiro, vou abordar todas as opções neste artigo e mostrar como monetizar um podcast.

Tenha em mente que, como em quase todas as formas de ganhar a vida, este é um caminho longo. Você provavelmente já ouviu falar sobre podcasters de renome que ganham muito dinheiro. Na grande maioria dos casos, porém, eles estão nisso há muito tempo… OU chegaram ao mundo dos podcasts com um público já estabelecido.

No entanto, não deixe que isso te desencoraje. Com a abordagem certa, é totalmente possível começar a ganhar um pouco de renda nos primeiros seis meses e transformá-la em algo maior ao longo de um ano e depois disso.

Vamos lá! Continue lendo ou assista o vídeo abaixo.

O que fazer ANTES da monetização do podcast

Eu sei, eu sei, você quer ganhar dinheiro. Mas só chegará lá se pensar em outros fatores primeiro. Aqui estão os três grandes fatores que criamos para determinar se você poderá ganhar dinheiro com seu podcast:

  • Conteúdo
  • Apresentação, entrega e desempenho
  • Construir relacionamentos e comunidade

1. Conteúdo

Você está dando “o melhor de você”? Seu conteúdo e seu podcast são sustentáveis?

Você faz seu podcast baseado no assunto que mais te interessa, que, por sua vez, interessa aos seus ouvintes?

Faça isso bem feito e você terá a oportunidade de lucrar, não apenas financeiramente, mas com relacionamentos e fazendo a diferença na vida das pessoas.

2. Apresentação, entrega e desempenho

Como você se vê quando está atrás do microfone? Você pode ter o melhor tópico e mensagem do mundo, mas se o ouvinte estiver entediado, ele não vai se importar ou não vai te ouvir.

Isso não significa que você deva agir como outra pessoa, mas esteja ciente de que, no áudio, sua linguagem corporal é canalizada por meio de sua voz e suas inflexões vocais. O público é atraído pela paixão e entusiasmo, portanto, certifique-se de que isso transpareça em sua apresentação e sempre se esforce para melhorar seu desempenho.

Temos na nossa Academia um curso sobre habilidades de apresentação de podcast, ministrado pelo treinador de voz profissional Donald Pirie. No momento, esse treinamento está disponível apenas em inglês, mas vai que você precise fazer apresentações em inglês na sua empresa? Quem sabe esse treinamento pode ser interessante para você.

3. Construir relacionamentos e comunidade

Costuma-se dizer que, se você não tem tempo para construir uma comunidade, não tem tempo para fazer um podcast.

O público é estimulado por interações e conversas, não apenas com você enquanto apresentador do podcast, mas com outros ouvintes que compartilham a mesma paixão pelo seu tema. Se você não tem comunidade e nenhuma interação, então não é uma conversa. Você está apenas falando no seu público e não com eles.

As pessoas querem se sentir envolvidas. Se você der isso a elas, elas vão gostar ainda mais de você por isso. Eles terão mais confiança e se esforçarão para apoiá-lo.

Quando devo pensar em monetizar meu podcast?

How to monetize a podcast

Não existe um exemplo clássico de alguém monetizando seu podcast. Pode variar de alguém que faz por hobbie que cobre seus custos de moradia, a alguém que agora está ganhando o suficiente para realmente fazer do podcast seu trabalho em tempo integral.

Se você tem um podcast com um público cativo, deve ser possível monetizá-lo em algum nível.

Um “público” pode ser qualquer coisa de cinco pessoas a cinco mil. Mas há muitas variáveis no podcasting para colocar números concretos sobre essas coisas. Em vez disso, é melhor analisar o envolvimento do ouvinte.

Então, como você avalia isso? Bem, se você tiver mais de, digamos, 10 pessoas entrando em contato, a cada mês, para dizer o quanto elas gostaram do seu último episódio, então você definitivamente construiu um público cativo.

Para colocar números mais difíceis, muitas agências de patrocínio procuram de 3 mil a 5 mil ouvintes por episódio, antes de aceitarem fechar negócio. Mas, se você estiver fazendo isso sozinho, é perfeitamente possível ganhar uma renda de patrocínio decente depois de passar da marca de 200 a 300, especialmente se você tiver um público de nicho específico. Para saber mais sobre isso, confira o nosso artigo de patrocínios de podcast.

Como escolher um método de monetização de podcast

Em primeiro lugar, pergunte a si mesmo quais são seus pontos fortes.

Você é:

  • um professor?
  • um coach?
  • um líder?
  • um artista?
  • um criador?

Que tipo de podcast você faz?

Qual é o seu tema e quem é o seu público?

Todas essas são perguntas relevantes para as várias opções de monetização de podcast disponíveis. Depois de saber onde você se destaca, você estará muito melhor posicionado para escolher, entre as opções abaixo, o método que mais funciona.

Como monetizar um podcast – suas opções

Vamos supor que você tenha atendido aos requisitos acima – você sabe que está criando algo ótimo e pensou em seus pontos fortes.

Existem algumas opções diferentes disponíveis. Você pode tentar o mínimo ou o máximo que quiser, embora seja melhor se concentrar fazer menos e melhor, em vez de tentar muitas opções.

Além disso, alguns desses métodos se adequarão ao seu programa e ao seu conteúdo muito mais do que outros.

Então, vamos mergulhar nessas 12 maneiras testadas e comprovadas de como monetizar um podcast.

1. Criar cursos

Se você gosta de ensinar aos outros os detalhes sobre o seu assunto, esse pode ser o método para você.

Aqui, você dividirá as coisas e as explicará de maneira simples na forma de um curso completo. Isso pode ser em vídeo, áudio ou de forma escrita. Há uma grande variedade de plataformas por aí que podem ajudá-lo a fazer isso também.

Dois dos meus cursos favoritos na plataforma são Teachable e Thinkific, ambos ajudam você a criar um curso de uma maneira super simples e com boa aparência.

Prós

Estes podem ser produtos de alto valor que podem trazer somas de quatro dígitos ou mais.

Contras

Eles podem levar muito tempo para serem montados, o que pode consumir muito o tempo de criação do seu podcast. Dependendo do seu assunto, eles também podem precisar ser atualizados regularmente.

2. Mentoria

Se você deseja receber ligações e conversar com uma ou mais pessoas ensinando-as ao vivo (online ou pessoalmente) sobre a sua áre de expertise, isso pode funcionar para você. É um começo mais fácil do que criar um curso completo. Tudo o que você precisa é de um formulário de reserva que possa receber o pagamento e agendar um horário!

Para isso, eu uso a ferramenta “Book Like a Boss”. Ele permite que você configure horários em seu calendário, vincule-os a diferentes tipos de compromissos e gerencie todo o processo com muita facilidade.

Prós

Esse caminho pode criar relacionamentos profundos e significativos com clientes de alto valor por muitos anos. Esses relacionamentos também podem levar a outras oportunidades.

Contras

Uma mentoria nesse molde depende de você estar disponível. Isso pode significar menos flexibilidade e liberdade quando se trata de férias e folgas, por exemplo. Lembre-se que você tem um número de horas limitado no dia e a prioridade ainda será o seu podcast.

3. Patrocínio

Patrocínio e publicidade são frequentemente vistos como o método “padrão” quando se trata de monetização de podcast.

Porém, um problema com o patrocínio, é que muitas empresas ainda estão fixadas nos números ao invés de interação e engajamento. Você e eu sabemos que 500 ouvintes engajados são muito mais valiosos do que 5 mil ouvintes casuais.

Então, se você deseja conseguir um patrocinador para o seu programa, escolha alguém que se encaixe no seu tema e no seu público. Aborde-o com histórias reais do engajamento que você gerou. Explique como isso pode se transformar em conversões para o patrocínio deles.

Experimente empresas menores ou locais e converse com elas sobre as maneiras pelas quais podem se beneficiar ao apoiar seu podcast.

Para muito mais detalhes sobre como configurar o patrocínio, confira nosso artigo completo sobre como fechar patrocínio de podcast. Se você quiser ver se do outro lado, dê uma olhada no ponto de vista do patrocinador, no artigo Eu devo patrocinar um podcast?

Prós

Se você conseguir encontrar um patrocinador que seja extremamente relevante para o seu público e tópico, existe o potencial de criar uma parceria lucrativa e valiosa para ambas as partes, a longo prazo.

Contras

A menos que você esteja recebendo milhares de downloads, ou tenha um tópico de hiper-nicho, o patrocínio não paga muito bem. Você precisa se perguntar se vale a pena incluir aquelas inserções no seu show.

4. Escreva um eBook

Uma opção popular de ‘como monetizar um podcast’. Um bom eBook pode ser curto e agradável, e muito fácil de criar se você souber o que faz.

Você pode publicar um eBook sobre praticamente qualquer coisa. Encontre algo que seja interessante em seu tema e escreva sobre isso, mas certifique-se de que o benefício para o leitor seja muito, muito claro. Você consegue identificar um problema e resolvê-lo?

Ou siga o livro de Tim Ferriss e escreva um livro que simplesmente resuma os melhores trechos do seu podcast, como em Ferramenta dos Titãs.

Prós

Você pode usar seus episódios como uma estrutura para o livro, especialmente se o podcast é focado em temporadas.

Contras

Os livros são muito baratos. Um exemplar que custa R$100 ou 20€ será visto como caro, mesmo que contenha a maior parte da experiência do autor. Por outro lado, um curso contendo 20% das informações do livro pode ser vendido por 20 vezes o preço e ninguém reclama!

5. Venda um produto

Novamente, pense muito sobre os problemas que seus ouvintes enfrentam. Ou melhor ainda, faça uma pesquisa e pergunte a eles. Você pode criar um produto que facilite a vida do seu público?

Um exemplo disso é o “Alitu: the Podcast Maker“. Continuamos ouvindo que vocês, nossos leitores, estavam lutando muito com a edição e produção de podcast. Para alguns, eles podiam fazê-lo, mas não tinham tempo. Para outros, eles simplesmente não estavam interessados em aprender sobre normalização, taxas de bits, compactação, formatos de arquivo e assim por diante.

De qualquer forma, criamos um produto chamado Alitu que pode produzir um podcast para você. Ele resolve esse problema, pegando seu áudio bruto (ou permitindo gravar segmentos solo ou chamadas) e automatizando muito do processo de produção, incluindo a publicação do arquivo final na web.

Como resolvemos esse problema diretamente para os leitores deste site e ouvintes do Podcraft, muitas pessoas se cadastram e usam o “Alitu: the Podcast Maker” todos os meses.

Prós

Você está 100% no controle e geralmente receberá a maior porcentagem de receita gerada em comparação com todos os outros métodos de monetização.

Contras

Pode ser uma carga de trabalho pesada. Criar um produto de valor levará tempo e esforço.

6. Venda um serviço

Este é um passo além do coaching sobre o qual falamos anteriormente. Em vez de ensiná-los, você pode fazer isso por eles e chamar isso de serviço!

Um exemplo clássico é o nosso próprio Podcraft Podcast – um programa que ensina às pessoas tudo o que elas precisam saber sobre como executar um podcast. Mas, inevitavelmente, há muitas pessoas que ouviram nossos conselhos e perceberam que simplesmente não têm tempo ou inclinação para fazer isso por conta própria. Então, em vez disso, a quem eles pedem ajuda? A pessoa que eles acabaram de conhecer no podcast, é claro – nós! A gente pegava muito trabalho de produção dessa forma, quando oferecemos. Hoje em dia, muitos ouvintes gostam de trabalhar conosco dentro da The Podcast Host Academy.

Prós

Um serviço pode ter todos os benefícios de um coaching individual, mas desta vez você pode contratar funcionários para trabalhar ao seu lado. Construir uma equipe significa que sua empresa pode continuar crescendo.

Contras

O crescimento e o dimensionamento não estão isentos de seus desafios. Você pode acabar gastando todo o seu tempo trabalhando no negócio em vez de criar conteúdo sobre o assunto que você ama. Esse caminho pode crescer braços e pernas e ir muito além de apenas como monetizar um podcast.

7. Marketing afiliado

Todo podcaster fala sobre as coisas que ama e, em muitos casos, isso inclui produtos ou serviços. No Podcraft, falamos sobre microfones, serviços de hospedagem, ferramentas de podcasting e muito mais. Isso é só porque estamos interessados, e sabemos que nossos ouvintes também estão.

Agora, toda vez que você menciona esses produtos, seus ouvintes podem se interessar em comprá-los. Esta é sua chance de começar a ganhar alguma renda de afiliado.

Pense nos produtos ou serviços que você mais gosta e veja se eles têm um programa de afiliados. Se estiver na Amazon, isso facilita as coisas – você pode se inscrever no programa em apenas alguns minutos. Se a sua marca amada vende lá, porém, aborde a empresa diretamente para solicitar se tornar um parceiro.

Você pode dar um passo adiante e combiná-lo com os outros métodos também. Não há razão para não criar um curso ou e-book gratuito (ou pago!) com links de afiliados.

Aqui está o nosso guia completo sobre afiliados para podcasters. Lá você encontrará programas nos quais você pode se inscrever e começar a ganhar imediatamente!

Prós

Você não precisa criar os produtos ou executar os serviços. A renda que você ganha não é totalmente livre de trabalho, mas é uma manutenção mais baixa, sem dúvidas.

Contras

Você não possui ou controla esses fluxos. Se você começar a contar com eles como sua principal fonte de renda, esteja ciente de que todos eles podem ser cortados amanhã.

8. Conteúdo premium

Make money with a podcast through Premium content

Aqui está um simples, venda o próprio podcast! Você não pode vender a coisa toda, no entanto, já que você precisa que as pessoas ouçam de graça, para que elas gostem o suficiente para pagar.

Para resolver isso, alguns podcasters vendem seu catálogo anterior. Por exemplo, mantenha os 50 episódios mais recentes gratuitos, mas, para acessar os mais antigos é preciso pagar.

Outros podcasters criam episódios extras que estão à venda acima e além de seu conteúdo gratuito.

Para alguns recursos adicionais nesta frente, dê uma olhada em Como criar um podcast privado e Como vender episódios de podcasts.

Aqui há um método dos bons! Venda o próprio conteúdo podcast. É claro que você não pode cobrar por tudo, pois precisa manter boa parte do seu conteúdo público, até mesmo para que mais ouvintes possam optar por pagar por ele.

Algo que muitos podcasters fazem é vender o catálogo antigo. Por exemplo, manter os 50 episódios mais recentes grátis, mas para acessar episódios antigos, é preciso pagar.

Outra prática, até mais comu, é disponibilizar episódios extra para os ouvintes pagantes.

Para obter mais recursos acerca desse tema, acesse Como criar um podcast privadoComo vender episódios de podcast.

Prós

Você criou um produto do qual você é 100% dono e monetiza fazendo o que já estava fazendo. Ou seja, monetiza fazendo o próprio podcast.

Contras

Para o seu público-alvo, limitar os episódios gratuitos fará mais mal do que bem? Reflita sobre isso.

9. Se venda como um podcaster

Pode ser que a resposta para a pergunta “como rentabilizar um podcast?” esteja na sua frente, ao se olhar no espelho.

Por exemplo, existem empresas em seu nicho que ainda não possuem um podcast? Se você tiver experiência, ofereça-se para fazer um para eles.

Se você é um ótimo anfitrião, pode contar uma boa história. E se você tem as habilidades de produção para fazer com que soe bem, então você pode gerar uma vida muito boa dessa maneira. Na verdade, já escrevemos antes sobre como conseguir um emprego em podcast.

Nesse caso, seu próprio podcast funciona como uma peça de portfólio, mostrando às empresas o que você pode fazer.

Prós

É uma ótima maneira de ser pago por falar sobre sua paixão.

Contras

Se outra pessoa o contratar, você ainda terá tempo de executar seu próprio podcast?

10. Assinantes, crowdfunding e doações

Este é adequado para criadores de conteúdo e podcasts amadores. Se você construiu uma comunidade de ouvintes leais, peça a eles para ajudar a apoiá-lo, doando uma pequena quantia de dinheiro para o programa regularmente. Nós escrevemos sobre como usar o Patreon para podcast, assim como algumas ótimas alternativas no Patreon. Outras opções bastante usadas são o Apoia.se e o Catarse.

Prós

O trabalho necessário para obter doações é o trabalho que você já está fazendo – tentando criar um podcast brilhante. Dito isso, você pode ir um pouco mais longe e criar recompensas e incentivos para estimular os ouvintes a apoiá-lo também.

Contras

Eles podem ser inconstantes e difíceis de construir bases sólidas ao redor. Você também está confiando em plataformas de terceiros que você não controla.

11. Crie uma lista de emails

Muitos podcasters experientes dirão que esta é a coisa mais importante que você pode fazer ao descobrir como monetizar um podcast.

Não importa qual estratégia você escolha, certifique-se de ter uma lista de e-mail. Eles não apenas ajudam a fortalecer as conexões e interações com seu público, mas também ajudam a complementar cada um dos métodos de monetização mencionados acima. Eu uso o Convertkit no meu email, porque permite configurar sequências automáticas com muita facilidade, o que pode ajudá-lo a se envolver e ensinar novos assinantes. Essa é uma ótima maneira de aumentar uma lista leal e de ação.

Você pode ver como tudo funciona (assim como opções alternativas) em nosso artigo email marketing para podcasters.

Prós

Uma das maneiras mais experimentadas e testadas de manter contato com seu público e construir relacionamentos com eles. Muitas outras plataformas de comunidade surgiram e desapareceram, mas o e-mail é tão antigo quanto a própria web.

Contras

Construir uma lista de e-mail leva tempo e trabalho. Você precisa publicar um bom conteúdo escrito regularmente para que isso funcione, e isso pode tirar um tempo da execução do seu podcast.

12. Produtos próprios (merchandise)

Um meio termo entre vender um produto que você possui 100% e vendas de afiliados ou comissões é administrar uma loja de produtos em uma plataforma de terceiros.

Existem serviços por aí que permitem que você crie sua própria loja. Você adiciona seus próprios designs, logotipos ou obras de arte aos produtos deles e eles lidam com as vendas e o envio para você.

Muitos podcasters de hobby e entretenimento seguem esse caminho e vendem coisas como camisetas, moletons, adesivos, pôsteres, canecas e capas de celulares. Descubra mais sobre como administrar sua própria loja de produtos para podcast aqui. Temos também um exemplo nosso: a Podcasting Store.

Prós

É uma maneira mais rápida de ganhar algum dinheiro. Você só precisa promover e vincular sua loja de produtos e o resto acontecerá em segundo plano. A monetização à parte, também pode ser boa para promoção e marketing. Você tem ouvintes andando por aí anunciando seu podcast.

Contras

As taxas de comissão desses serviços são geralmente muito baixas. É improvável que você ganhe muito dinheiro dessa maneira, mesmo que tenha um público grande e engajado.

Como monetizar um podcast: por onde devo começar?

Muito provavelmente, no começo, você vai testar muito até ver o que dá certo. Provavelmente acabará fazendo alguns métodos, executando alguns em paralelo.

Aqui está uma sequência comum, que pode funcionar particularmente bem para podcasters cujo foco é ensinar coisas.

Um caminho comum de monetização de podcast:

  1. Marketing afiliado – Você pode começar muito rapidamente, recomendando produtos e serviços que seu público possa gostar;
  2. Parcerias – uma vez que o afiliado esteja funcionando, você pode usar essas estatísticas de conversão para justificar a cobrança de uma boa taxa aos patrocinadores;
  3. Mentoria – inicie isso quando seu público o conhecer bem e estiver disposto a pagar pelo seu tempo;
  4. Curso – eventualmente, você começará a ver as perguntas que surgem de novo e de novo. Crie um curso para respondê-las;
  5. Produto – por último, você pode criar um produto para ajudar seus alunos de coaching e curso a resolver seu maior problema.

Se você é um podcaster de entretenimento ou de notícias, pode tentar alguns dos outros métodos, incluindo Patreon, Apoia.se e o conteúdo premium.

Finalmente, se você quiser ir muito mais fundo sobre isso, você pode ver exatamente como configurar muitos desses métodos dentro do nosso próprio curso Como ganhar com o seu podcast, que está dentro do The Podcast Host Academy.

Ao se inscrever, você também terá acesso a vários outros cursos e recursos, além de perguntas e respostas semanais ao vivo. Você pode nos perguntar qualquer coisa, desde “como monetizar um podcast?”, até “como conecto esses 46 cabos e paro de odiar o som da minha própria voz?”.

Vamos adorar ver você por lá!